Pesquisa de Ofertas

Sectores de Actividade
Zona Geográfica
Pesquisar

Porque somos o que somos? Algumas Palavras sobre Personalidade e Comportamento

Certamente já se perguntou por que você é o que é? Porque é que às vezes as suas emoções assumem o controlo, ou vice-versa, você aceita tudo com calma e, em vez de emoções mais impulsivas ou intempestivas, acaba por ativar o seu lado mais racional? Ou porque motivo gosta de passar o seu tempo livre com alguém (família, amigos), promove encontros, e/ou gosta de companhia mesmo quando tem que ir às compras? Ou, por oposição, porque é que prefere passar o seu tempo livre em casa com seu animal de estimação, sentado no sofá, a ler um livro ou a assistir algo interessante na televisão, enquanto silencia o seu telefone de forma a não ser incomodado?

 

A sua maneira de ser é influenciada por muitos fatores, incluindo a sua personalidade, temperamento, caráter, a influência do ambiente onde cresceu, os seus genes, escola, colegas ... mas tudo isto necessita ser mais aprofundado.

 

O seu temperamento é a base - essa parte biológica da sua personalidade vem dos seus genes. Você nasce com ele e isso influencia o seu nível de energia, humor dominante ou sensibilidade a estímulos. À medida que vai ganhando experiência, hábitos sociais e educacionais, quantidade e qualidade de interações sociais, a sua personalidade constrói-se. Então, o que é personalidade? A personalidade consiste no temperamento e caráter, é uma estrutura de enorme capacidade na qual encontramos, além de emoções, hábitos, perceções, vários padrões de comportamento; a maneira como pensa, sente, age, reage ...

 

Estas estruturas permitem que consiga entender o seu comportamento (por que sou e o que sou) e ajuda a tentar prever o mesmo (de que forma vou reagir perante uma determinada situação, o que vou necessitar num determinado ambiente ou contexto, será que sou um líder ou serei antes um “teamplayer”, entre outros).

Para ajudá-lo a definir a sua personalidade; cientistas, pesquisadores e psicólogos estudam a nossa componente estrutural há muitos anos, tentando distinguir quais os variados tipos existentes. Existem muitas teorias sobre isso, muitos tipos, como CGJung, mas, até agora, a teoria da personalidade mais comum usada em psicologia é a que encontramos em Paul Costa e Robert McRae, que criaram o modelo de personalidade de cinco fatores, o chamado BIG FIVE MODEL. Para medir e estudar a estrutura da personalidade, são necessárias ferramentas. Essas ferramentas são testes ou questionários ipsativos ou normativos, os quais permitem prever e medir performance, comportamentos e motivações.

 

Ora, os testes da THALENTO são testes ipsativos, focados no individual, na Pessoa.

De acordo com o publicado no British Psychological Society, “um teste ipsativo pode identificar a característica de personalidade mais forte de alguém, por exemplo, mas também mostrar quais os traços em que é mais fraca. Em suma, é verdade que eles são bastante úteis para a formação e desenvolvimento

 

A filosofia da Thalento baseia-se no People Result Model.



Quando necessitamos saber de que forma é que as pessoas obtêm resultados, necessitamos o máximo de informação possível, sobretudo de que forma é que cada pessoa se comporta num determinado ambiente.  As Pessoas obterão resultados quando reagem de certa forma num ambiente específico.  Isto significa que deveremos ter informações mais precisas e individuais de cada pessoa, ambiente e necessidades, as quais possibilitam apreender as necessidades e prever o comportamento “ ideal” de cada pessoa. A nossa primeira questão é :




























Com este modelo, conseguimos fazer uma distinção entre o ambiente externo e interno, sendo que uma Pessoa ou avaliado é para nós a combinação do seguinte :

Personalidade, Motivação, Conhecimento e Skills/competências

. Através do Questionário de Performance da Thalento conseguimos obter informações muito precisas sobre a personalidade e a motivação. Através dos testes cognitivos e de habilidades da Thalento, conseguimos ainda obter mais informação, sobre o conhecimento e as competências. Tudo isto, dá-nos a oportunidade de aprender sobre o Talento existente e o potencial futuro das pessoas.

 

Já falámos de Personalidade, e o Comportamento?

 

O Comportamento é, em bom rigor o que nós observamos. Geralmente é baseado nas nossas primeiras impressões , e geralmente acabamos por tirar conclusões sobre as pessoas, apenas por aquilo que observamos. Nesta fotografia observamos pessoas que estão a aguardar por uma entrevista que lhes poderá dar acesso a um novo emprego. De acordo com a forma como estão sentadas, começamos desde logo a tirar algumas ( erradas) conclusões. O que é certo é que nós não sabemos o que é que cada uma destas pessoas está realmente a pensar e a sentir naquele momento, e é por esse motivo que deveremos ter muito cuidado antes de tomarmos decisões precipitadas as quais podem determinar o nosso julgamento sobre as mesmas. É fundamenal termos mais informação, pois corremos o risco de estar apenas a olhar para o topo do iceberg e não exatamente para aquilo que está abaixo, nomeadamente o que move as pessoas e/ou a personalidade de cada uma.



E agora? Está pronto para se conhecer a si próprio?

Mais informações : admin.lisboa@slot.pt